Família descobre que os cães que acabaram de adotar têm seus dias contados …

Família especial para cãezinhos especiais, linda história de amor

Se você acredita que não existem anjos na Terra, você está muito enganado. A história que vamos contar agora mostrará que ainda há esperança no mundo, especialmente quando pessoas com corações enormes fazem a diferença.

Jennifer Deane, fundadora da organização “Pit Sisters”, em Jacksonville, Flórida, trabalha resgatando cães há 5 anos, e contou que já precisou fazer vários telefonemas extremamente difíceis. No entanto, recentemente, ela fez uma chamada que marcou sua vida. Segundo Jennifer, não há nada mais difícil do que contar à família que o cãozinho que ela escolheu para levar para casa está morrendo.

Alguns dias atrás, a família Madeiros foi visitar oito cachorros no abrigo que Jennifer trabalha, para levar para sua casa.

O filho mais novo da família, com apenas 8 anos de idade, escolheu dois desses cães: Violet e Reggae, ambos misturas de pitbull que estavam no sistema de abrigo há muito tempo.

A família Madeiros preparou toda a papelada para adotá-los imediatamente.

Mas antes dos pequeninos irem morar com a nova família, ocorreu uma tragédia. Ao fazer os exames habituais para liberarem a cadelinha para ir para casa, um veterinário diagnosticou Violet com câncer terminal, prevendo que seria improvável que ela vivesse por mais de seis meses. Foi então que Jennifer precisou fazer a triste ligação. Claro, ela entenderia se a família mudasse de ideia.

Mas, para a surpresa de Jennifer, a família decidiu adotá-la mesmo assim.

Decidimos que queremos adotá-la. Queremos dar-lhe uma vida mais feliz no curto período de tempo que ainda lhe resta, disse Jessica Medeiros.

Depois de passar boa parte de sua vida no severo sistema de abrigos, Violet terá pelo menos a oportunidade de terminar seus dias nos braços amorosos de uma família verdadeira. Infelizmente, ao mesmo tempo, Jennifer recebeu mais más notícias. Desta vez, do treinador que estava trabalhando com o pequeno Reggae.

O cãozinho não parecia motivado para fazer nada, então eles decidiram examiná-lo e, infelizmente, o veterinário confirmou o pior…

Reggae sofria de doença hepática.

Embora os exames médicos ainda não estivessem concluídos, o veterinário alertou que Reggae precisaria de cuidados especializados pelo resto de sua vida. E então Jennifer teve que fazer uma segunda ligação para a família Madeiros, que sem pensar duas vezes, deu sua resposta.

“Claro que queremos adotá-los. Eles não pediram por isso. Acredito que, como seres humanos, temos a responsabilidade de cuidar deles, e é isso que vamos fazer”.

Com certeza, o amor será algo que nunca irá faltar na vida desses lindos peludos.

Felizmente, as vidas de Violet e Reggae tomaram um rumo inesperado e, graças a seus novos anjos protetores, poderão aproveitar o máximo do que resta de suas vidas, cercados de amor e cuidado incondicional.

Parabéns à família Madeiros, nós os admiramos e desejamos o melhor para todos! Vocês merecem todo o nosso respeito…

Lembrem-se: Não importa o quanto a vida seja difícil, sempre haverá motivos para ser feliz…

Traduzido e adaptado por: Eu amo os cachorros

Fonte: Zoorprendente

A história inspiradora de Sully, jogado por cima do muro de um abrigo

Parece fofo um animal fazendo isso? Cuidado…Ele precisa de um veterinário