Depois de muita polêmica, Carrefour anuncia ações em prol da causa animal!

Carrefour informou que se reuniu com diversas Ongs.

A rede de supermercados Carrefour está enfrentando uma crise há uma semana, devido ao  episódio ocorrido em uma das unidades de Osasco, na Grande São Paulo.

Um dos seguranças terceirizados agrediu e provocou a morte da cachorra Manchinha. As cãmeras de segurança do local mostraram o suspeito com uma barra de ferro na mão, empurrando a pequenina para trás de um carro.

O caso revoltou os internautas, Ongs e artistas famosos, que cobraram uma atitude por parte da empresa Carrefour.

Através de uma reportagem exibida na TV Globo, neste domingo, dia 9, o programa Fantástico apresentou um porta-voz, que pela primeira vez, falou a respeito do assunto.

O diretor de responsabilidade social do Carrefour, Paulo Pianez, declarou que a empresa reconhece sua responsabilidade na morte do animal pelo fato de o funcionário estar a serviço do Carrefour, mas reforçou que a atitude do segurança não condiz com os procedimentos da companhia.

No sábado, dia 8, a unidade do Carrefour em Osasco, local em que aconteceu o crime, recebeu uma manifestação organizada por ativistas da área de proteção animal.

A loja chegou a ser fechada por conta da movimentação dos manifestantes.

O Carrefour divulgou vários comunicados, reforçando que colaboraria com as autoridades para que o caso fosse esclarecido e que não se isentaria de responsabilidades.

Mas está sendo cobrado por diversos membros de ONG’s e de entidades de proteção aos animais, eles querem ações mais firmes por parte da companhia e mais engajamento na causa dos animais abandonados.

Paulo Pianez falou sobre algumas ações que a marca adotará em prol da causa animal a partir da morte de Manchinha.

Em comunicado, a rede de supermercados algumas ações que colocará em prática.

A data da fatídica morte da cachorrinha, 28 de novembro, será transformada no “Carrefour Pet Day”, evento anual que a rede apoiará as ONGs de proteção aos animais, através de recursos.

Além do Carrefour Pet Day, a empresa também promete revisar os procedimentos internos para lidar com animais abandonados no entorno de suas lojas e reformular o treinamento de seus colaboradores, parceiros e prestadores de serviços.

Além de auxiliar na substituição dos aparelhos do “Centro de Controle de Zoonoses de Osasco”, em São Paulo.

Leia abaixo, o comunicado do Carrefour::

O Carrefour informa que se reuniu com diversas ONGs e entidades que atuam com a causa animal, ouvindo suas solicitações e recomendações para a construção de iniciativas em prol da causa. Dentre as ações anunciadas estão: a revisão dos procedimentos internos para lidar com animais abandonados no entorno das lojas; revisão dos treinamentos de colaboradores, parceiros e prestadores de serviço; ampliação das feiras de adoção de animais em todo o país; reaparelhamento do Centro de Controle de Zoonoses de Osasco (SP), para que possam desempenhar suas funções da melhor forma possível; criação do ‘Carrefour Pet Day’, a ser realizado anualmente no dia 28 de novembro, data da morte da cachorrinha, quando apoiará com recursos entidades de acolhimento e defesa animal. A companhia seguirá em contato com essas entidades para o desenvolvimento de novas iniciativas em prol da causa animal. Seguimos colaborando com as autoridades para que o caso seja elucidado o mais rápido possível. Reforçamos que estamos tristes com a morte do animal e não vamos nos eximir de nossa responsabilidade.”

Esperamos que todas as promessas sejam cumpridas e que a justiça contra o criminoso seja feita!!!

Fonte: meio&mensagem.

 

Aterrorizada e escondida embaixo de uma cama, ela não conseguia parar de tremer!!!

Mulher arrasta seus três cãezinhos para abandoná-los em um abrigo!!!