Cãozinho deficiente salva a vida de um bebê recém-nascido, rejeitado pela própria mãe

Um cãozinho incrível foi aclamado como herói depois de encontrar um bebê recém-nascido, que havia sido enterrado por sua mãe de 15 anos.

O pequeno herói é chamado de Ping Pong e vive com seu dono, um pastor da comunidade Tha Talat de Korat, na Tailândia.

O cãozinho de 6 anos de idade começou a latir e a raspar o chão freneticamente em um campo de mandioca na última quarta-feira.

Seu proprietário, Usa Nisaikha, 41, estava pastoreando suas vacas e não entendeu o que estava causando tanto desespero em seu fiel companheiro, até que ele pôde ver a minúscula perna de um bebê saindo do chão, e ficou totalmente atordoado.

Os dois, então, terminaram de desenterrar o pobre bebê de 2 quilos que estava lutando por sua vida.

Imediatamente, ele levou o recém-nascido para o hospital, onde foi anunciado que, felizmente, a criança havia sobrevivido e não tinha nenhum ferimento grave.

As autoridades foram informadas sobre o caso e uma investigação foi realizada. Logo se descobriu que a mãe do bebê era uma jovem de apenas 15 anos, que teria enterrado o bebê depois de dar à luz para esconder o fato de seus pais.

“Ouvi o meu cão latir e um bebé chorar numa plantação de mandioca, por isso fui ver o que aconteceu. O cão estava cavando uma pilha de sujeira e as pernas do bebê surgiram”, disse Usa Nisaikha.


Usa levou as autoridades até o campo, onde ele encontrou o bebê, graças à ajuda de seu cãozinho.

A polícia prendeu imediatamente a adolescente de 15 anos de idade, que teria sido acusada de tentar acabar com a vida de seu bebê, depois que ela confessou os fatos.

A jovem disse que temia que seu pai a espancasse por engravidar. No entanto, depois que a verdade veio à luz, a mãe da menina se ofereceu para cuidar do menino.

Todos os habitantes da localidade aplaudiram o heroísmo do Ping Pong, especialmente porque é um cão com deficiência, pois só consegue se movimentar em 3 patas.

Ping Pong permaneceu ao lado de seu dono desde que nasceu, mesmo quando sofreu um acidente, eles nunca se separaram.

“Ping Pong foi atingido por um carro, então ele está debilitado. Mas eu fiquei com ele porque ele é muito leal e obediente, e sempre me ajuda quando eu entro nos campos para cuidar do meu gado”, disse Usa. “Ele é amado por todas as pessoas. É incrível que ele tenha encontrado o bebê”.

Agora Ping Pong é conhecido como o cão herói em toda a província de Nakhon Ratchasima.

“Eu acho que não fazia muito tempo, desde que sua mãe o enterrou, quando o cachorro o encontrou e foi enterrado muito superficialmente”, disse o porta-voz da polícia Panuvat Udkam.

Mas ele definitivamente reconheceu que a intervenção rápida do cãozinho foi fundamental para o bebê sobreviver.

“A justiça está se preparando para processar a mãe, mas ela também é uma menina e devemos considerar que ela não está no juízo perfeito e para ser profissional. É importante que ela seja educada e tratada de forma justa”, concluiu.

É incrível como um cãozinho portador de deficiência fosse responsável por salvar a vida de um bebê, que sua própria mãe rejeitou. Quanto temos a aprender com os animais! 

Traduzido e adaptador por: Eu amo os cachorros

Fonte: Zoorprendente

Abandonados, eles se abraçam e não se separam por nada

Cadelinha faz sucesso como estátua viva em Fortaleza/CE